Lisboa, the beautiful side of business

Nov 5, 2019

Quantas cidades conseguem falar de números de uma forma... bonita?

Lisboa, the beautiful side of business

O filme sobre Lisboa estreou na Web Summit tem dado que falar. Claro que a esta hora já viste este lindo pitch que explica com imagens, números e gráficos as vantagens racionais de se investir em Lisboa. E já te deixaste levar pelo magnifico som e imagens mas, pensando melhor, já eras emocional e racionalmente Made of Lisboa. Mas reparaste nos números e pensaste:

- Mas de onde vêm? E posso confiar neles?

Ora essa. Vamos a isto:

A geografia

Sim, Lisboa é a capital da Europa continental mais próxima dos EUA e do continente americano em geral – e uma das mais próximas do continente africano. E sim, é a única capital europeia, além de Londres, no Tempo Médio de Greenwich, GMT-0 para os amigos. 

Mais de 300 dias de sol? A ATL utiliza este número mas nós achamos que até são mais. Bem vistas as coisas, há dias em que chove uma horinha ou duas e depois… lá vem o sol. Vamos discutir se os dias em que o sol não aparece são 65 ou 50? 

As distâncias dos voos a Madrid, Paris ou Londres: ora, vão andar de avião!

O aeroporto de Lisboa tem muito movimento para a sua dimensão. Querem mais? O Aeroporto Humberto Delgado registou 199.262 movimentos e 26.663.096 passageiros (2017, ANA) – ou seja 545 voos que chegam ou saem de Lisboa por dia, em média. Ora em 2018 este movimento cresceu e em 2019 voltou a crescer… 

Campos de golfe que rodeiam Lisboa, 4 estações de comboio do centro da cidade até à praia e a onda da Nazaré – algumas dúvidas? 

Lisboa é a cidade escolhida para Capital Verde 2020 –VERDADE, verdadinha. Se não acreditam, esperem para ver. 

Lisboa em números verdes...

Alguns dados fornecidos pela CML, ou seja, por nós: os nossos semáforos utilizam todos lâmpadas LED. E todos os veículos ligeiros da frota da CML são elétricos ou híbridos. A rede de carregamento de energia elétrica tem mais de 540 pontos. Todas estas características revelam o enorme investimento que a cidade tem feito no sentido de reduzir onde pode o impacto ambiental da sua própria atividade. Ao longo dos próximos anos, este esforço será ainda mais reforçado, e aliás Lisboa é uma cidade seriamente empenhada em combater a crise climática, tendo sido a primeira capital europeia a assinar New CoM for Climate and Energy após reduzir as emissões de CO2 (2002-14) em 50%, o consumo de energia em 23% e o consumo de água municipal em 17% (2007-13). (não, estes dados não estão no vídeo mas gostamos deles à mesma).

Sendo um número dinâmico e em permanente mudança, à data confirmamos as 2150 bicicletas partilhadas - e o total de 5500 veículos de baixa emissão. Não arriscamos avançar com um número de skates. 

 Ah! E os 90km de pistas cicláveis serão 200km muito em breve. 

...E em números de futuro

90 faculdades, 30.000 licenciados por ano, grande percentagem em gestão, matemáticas, ciências ou tech – sim, é o que a área Metropolitana de Lisboa tem em termos de investimento criativo, educativo e futuro talento. Que orgulho. Mais números e dados que nos orgulham na edição anual Lisboa em Números. Recomendamos.

Outros motivos de orgulho: as duas startups novas criadas por dia na cidade. Muitas delas vingarão e crescerão, outras tantas não. É assim. Por aqui, torcemos por todas.

Quanto aos espaços de cowork: é difícil contar todos. Há os gigantes, os famosos, os conhecidos, os internacionais, os de bairro, os informais… acreditamos que o número real de espaços abertos com dinâmica e características de cowork seja mais próximo das duas centenas do que da centena. Mas vá, pedimos ajuda aqui para conseguirmos mapear tudo na Made of Lisboa, onde nem todos se registaram ainda. Shame on them!

Estrelas Michellin: todos os anos sai a nova lista, todos os anos há lágrimas, gritos e palmas. Lisboa era uma cidade de 5 estrelas - mas olhem, em 2019 temos 7 estrelas. Mas bem sabemos que nem só nos restaurantes com estas estrelas se come bem. 

E depois há o por do sol, incluído e à borla. Bom apetite.